Endurance x Alimentação

Muitas pessoas praticam algum tipo de atividade física, em especial as atividades de endurance, com o intuito de perder ou manter seu peso corporal, devido à alta demanda calórica provocada por este tipo de atividade, o que consequentemente provoca um alto gasto energético.

Imagem do Endurance x alimentacaoPara maximizar o processo de perda de peso, muitas vezes recorremos a um nutricionista, com o intuito de buscar uma ajuda extra na perda daqueles “quilinhos” à mais, conquistados por um período de inatividade física, seja devido a falta de tempo para os treinos, “preguiça” ou até alguma lesão.

Quando se pratica esportes como a natação de águas abertas, o ciclismo de fundo, a corrida de rua ou até mesmo o triathlon, a rotina de treinos para estas modalidades demandam um alto grau de comprometimento e horas semanais de treinamento. Um detalhe importante é que normalmente estas são atividades com um alto gasto calórico, que acabam nos enganando na hora de ingerir a quantidade necessária de calorias diárias para suprir nossos gastos com a realização delas.

Se não temos orientação nutricional adequada, e fazemos um controle correto da quantidade de calorias necessárias para melhorar nossa composição corporal e manter um peso adequado, acabamos nos permitindo ingerir uma quantidade de alimentos maior que nossas necessidades, assim como acabamos ingerindo alimentos com uma qualidade nutricional duvidosa ou desbalanceada.

Em muitos eventos de corridas de rua, como maratonas e provas de IRONMAN, acabamos observando que alguns atletas destas modalidades encontram-se acima do peso. Mas como isso é possível quando se pratica este tipo de atividade?

É simples: muitos não possuem orientação adequada, se alimentam de qualquer forma, seguindo o seguinte pensamento: “Se estou treinando muito, posso comer o que quiser!”.

Mas sabemos que a coisa não é simples assim. Não podemos ingerir mais calorias do que estamos gastando, pois senão este excesso será estocado por nosso organismo na forma de gordura de reserva. E o resultado é certo: Sobrepeso!

O atleta com sobrepeso, quando pratica uma modalidade que envolve a corrida à pé, corre mais riscos de lesão do que os outros, devido ao alto impacto.

Sabemos que para correr bem, com qualidade técnica e performance, precisamos “estar leves”! Isso significa que devemos estar com um peso adequado à nossa estrutura para minimizar os riscos, tanto estruturais (ossos, músculos, tendões, ligamentos) quanto fisiológicos (sistema cardiovascular e endócrino).

Algumas vezes perguntamos à estes atletas porque estão acima do peso e vem a resposta: “ Eu treino tanto e não consigo perder peso!” ou “Tenho problema de baixo metabolismo!”, entre outros.

Mas na maioria dos casos, salvo algumas exceções, o motivo é a alimentação desbalanceada e o excesso de calorias.

Todo ser humano gosta de comer bem. Mas bem não é sinônimo de muito ou de quantidade, e sim de qualidade.

Fatores como sexo, idade e nível de atividade física são determinantes no tipo de alimentação que deve ser feita, e a quantidade de calorias que podem ser ingeridas para um ótimo equilíbrio orgânico.

Mulheres tem um gasto calórico menor que o dos homens, por motivos de composição corporal e atividade hormonal. Mulheres atletas, nos esportes de endurance, sofrem! Mesmo treinando muito, às vezes tem que comer pouco, e isso realmente é difícil, mas elas se sacrificam para se manter em forma. Atletas do sexo masculino acabam sendo mais permissivos e às vezes exageram e ganham peso extra e tem dificuldade de perdê-lo.

Mas no final das contas, uma coisa é certa: orientação nutricional é a melhor maneira de chegar ao equilíbrio, ter energia para os treinos, e manter o peso e a forma!

Não tente fazer por sua conta, aquilo que um(a) nutricionista, passou anos se preparando para realizar como atividade profissional e oferecer para nós, seus préstimos como um ótimo colaborador de nossa vida esportiva!

fonte: integralmedica.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *