Contra a retenção de líquidos: alimentação, atividade física e … MUITA ÁGUA

post-hugo

A retenção de líquidos é caracterizada por um acúmulo excessivo e anormal de água entre as células do organismo, sendo uma das maiores reclamações principalmente do público feminino hoje em dia. As mulheres formam um grupo mais suscetível a esse problema, o que está intimamente ligado ao ciclo menstrual, já que durante esse período ocorrem diversas alterações metabólicas e hormonais que estimulam uma maior retenção líquida. Todavia, essa é uma situação comum e que é revertida com o término da menstruação, ou seja, não há o que se preocupar. Existem também algumas doenças capazes de promover uma maior retenção de líquidos, como doenças renais, cardíacas, hepáticas, entre outras, sendo nesse caso o tratamento da doença o mais importante para que o problema desapareça ou seja controlado. Entretanto, também existem outros fatores ou situações que podem promover ou acentuar a retenção de líquidos pelo organismo, bem como aquelas que podem nos ajudar a evitar ou atenuar esse problema. Sendo assim, vamos entender melhor quais hábitos poderão nos beneficiar ou prejudicar, bem como o porquê do nosso organismo realizar essa retenção.

A água total do nosso organismo é distribuída em compartimentos presentes tanto dentro como fora das células. Nesses compartimentos, além da presença da água, também existe a presença do que nós chamamos de eletrólitos, que atuam de forma conjunta para garantir o equilíbrio entre esses compartimentos. Nesse âmbito, o sódio, em sua forma ionizada (Na+), é considerado um dos eletrólitos mais importantes no controle da distribuição de água em todo o organismo, existindo uma regulação do mesmo através da quantidade total de água corporal. Sendo assim, pensando que esses compartimentos tendem a manter o equilíbrio, em uma situação em que ocorre a excreção do sódio, a água também será excretada na tentativa de manter o equilíbrio entre os compartimentos. Já na situação oposta, ou seja, em que exista uma maior retenção do sódio, a água também é retida, já que ela é necessária para diluí-lo nos compartimentos. Tal fato explica o porquê da restrição ao consumo de alimentos ou condimentos ricos em sódio ser uma das principais ferramentas para evitar/combater a rentenção hídrica. Uma dieta rica em sódio, ou seja, que promove uma maior retenção do mesmo, consequentemente também ocasionará uma maior retenção de água e, portanto, aquela sensação de inchaço que conhecemos. Sendo assim, realizar mudanças nos hábitos alimentares e de vida é extremamente importante para isso.

Com relação à nutrição, o ideal é evitar o consumo de alimentos ou condimentos ricos em sódio, como enlatados, molhos prontos, embutidos (salame, salsicha, presunto, mortadela, peito de peru), temperos industrializados e moderar na adição de sal aos alimentos e preparações (já sabemos qual pode ser o resultado de consumir sódio em excesso). Evitar o consumo de álcool e de bebidas gaseificadas também é indicado. Além disso, realizar o consumo de frutas, verduras e legumes pode auxiliar na redução da retenção, já que em sua grande maioria são ricos em água e alguns promovem até efeitos diuréticos devido a uma maior concentração de potássio, que estimula a excreção urinária de sódio. Outro ponto importante é evitar alimentos ricos em açúcares simples, que estimulam uma maior produção de insulina que também pode aumentar a retenção de líquidos e promover sensação de inchaço, quando desequilibrada.

A prática regular de exercícios físicos também é considerada uma estratégia efetiva na redução do acúmulo de água. Porém, uma das coisas mais simples, mas em que a maioria das pessoas costuma pecar, é BEBER ÁGUA. Pode parecer contraditório, mas para quem quer eliminar a retenção, é importante a realização de uma ingestão hídrica adequada.

Sendo assim, as principais dicas referentes à prevenção ou redução da retenção de líquidos são também hábitos, ações e/ou alimentos que são normalmente indicados para quem deseja ter um estilo de vida saudável. Vale ressaltar que o sódio não deve ser considerado um vilão, já que ele é essencial para a realização de diversos processos metabólicos do organismo. O problema está no consumo excessivo de alimentos industrializados ricos em sódio e no uso abusivo do sal. Por isso, se você busca resultados definitivos, também faça mudanças definitivas em seus hábitos, sempre utilizando o bom senso e o equilíbrio em suas escolhas.

Fonte:http://www.atlheticanutrition.com/

Summary
Contra a retenção de líquidos: alimentação, atividade física e ... MUITA ÁGUA
Article Name
Contra a retenção de líquidos: alimentação, atividade física e ... MUITA ÁGUA
Description
A retenção de líquidos é caracterizada por um acúmulo excessivo e anormal de água entre as células do organismo, sendo uma das maiores reclamações principalmente do público feminino hoje em dia.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *