Benefícios da cafeina

 

A cafeína é uma substância de alto potencial ergogênico, desde que ela seja usada corretamente. Veja agora os efeitos desta substância através dos suplementos.

Entre todas as substâncias tidas como estimulantes, com toda a certeza é a cafeína a mais usada. Seja na sua forma in natura, através do bom e velho café, ou então, através de cápsulas ou pós manipulados.

Independentemente de qual a forma, a cafeína é amplamente usada em diversas situações. Mas como em qualquer situação que envolva a ingestão de certas substâncias para a melhora da disposição, precisamos entender como ela funciona e tomar cuidado com os efeitos adversos.
É muito importante salientar que apesar dos efeitos benéficos que a suplementação de cafeína pode trazer, sempre é preciso tomar cuidado, pois podem existir efeitos adversos. A consulta a um nutricionista é fundamental!

A cafeína é um estimulante utilizado para fornecer aporte concentrado de energia. Um de seus objetivos é combater a fadiga estimulando o sistema nervoso central. Esta substância presente em bebidas, alimentos e em muitos suplementos estimulantes e para perda de peso é uma das mais ingeridas no mundo.

Seu efeito lipotrófico – emagrecedor – está associado à liberação do hormônio catabólico adrenalina. É creditada a ela também a responsabilidade por inibir a fadiga mental e aumentar o desempenho físico.

Veja agora como a cafeína age e de que maneira ela pode ser útil em seu treino!

A cafeina tem um forte efeito social e substituiu bebidas mais fortes, que eram usadas em encontros importantes. Por isso, sempre houve um certo fascínio por sua utilização.

Hoje sabemos que ela pode ser uma substância muito importante para uma série de situações. Tanto que grande parte dos suplementos usados para aumentar a lipólise (termogênicos) e para dar mais disposição durante o treino, são feitos à base de cafeína.

Nos Estados Unidos, a população tem como média de consumo de cafeína, aproximadamente 200mg, o que equivale a 2 xícaras por dia. Porém, mais de 10% da população norte americana ingere mais de 100mg/dia.

Alguns estudos apontam que 80% da população mundial consume cafeína diariamente, de variadas maneiras (Strain e Griffiths, 2000). É importante salientar que além do café, a cafeína pode ser encontrada em outras bebidas, mas em menores proporções. As principais fontes são aquelas que contêm cacau, cola, chocolate e alguns tipos de chá.

Segundo Heckman et al. (2010) a cafeína pode ser classificada como sendo uma substância lipossolúvel, que tem como característica ser de rápida absorção pelo trato gastrointestinal, com 100% de biodisponibilidade para o organismo. O seu pico de concentração plasmática ocorre entre 30 e 120 minutos (Guerra e Guerra, 2006). A vida plasmática da cafeína dura entre 3 e 7 horas (Barbosa et al., 2008).

A cafeína tem uma atuação direta no sistema nervosos central. Uma de suas principais características é justamente a inibição e bloqueio dos efeitos da adenosina. Desta maneira, a força contrátil dos músculos esqueléticos é acentuada (Plasket e Cafarelli, 2001).

Além disso, a cafeína ainda tem outros efeitos, como a melhora do estado de alerta e diminuindo a sensação de fadiga (Pereira et al, 2010). Isso tudo faz com que a cafeína seja uma substância de alto potencial ergogênico, que aumenta consideravelmente o potencial para a prática esportiva ou física.

Além disso, ainda temos outros efeitos importantes. Em alguns estudos, foi possível comprovar que a cafeína mostrou-se capaz de modificar a percepção da dor durante a realização de exercícios(Tarnopolsky, 2008).

O motivo encontrado para explicar isso é o aumento da concentração de beta endorfinas. Estas, tem a capacidade de aumentar a analgesia e diminuir a sensação de dor. Isso faz com que exercícios mais intensos e extenuantes possam ser feitos por mais tempo (Guerra e Guerra 2006).

Os efeitos ergogênicos da cafeína vem sendo demonstrados em estudos nas mais variadas atividades, sempre demonstrando aumento da potência muscular e aumentando o tempo da atividade até a exaustão.

Além disso, acredita-se que por sua diversidade de subprodutos, a cafeína seja a droga mais consumida no mundo, em termos de psicoativas. Ela era proibida pelos comitês de anti-dopping no mundo todo, mas isto foi revisto e hoje ela possui dosagens permitidas para praticamente todos os esportes!

A cafeína é um dos principais componentes dos termogênicos, que prometem dar mais pique na hora de treinar além de acelerar o emagrecimento. A cafeína também é vendida de forma concentrada em cápsulas.

Após ser absorvida e metabolizada no fígado, a cafeína percorre todo o corpo e atua sobre todos os sistemas do organismo por um período de tempo que varia entre quatro e seis horas. Ligando-se às células nervosas, ela age sobre o sistema nervoso central, estimulando a concentração, melhorando o humor e diminuindo a sensação de fadiga após a atividade física e mental.

Ao estimular o sistema nervoso, a cafeína faz algumas funções do organismo, como o metabolismo basal, por exemplo, ficarem aceleradas. Essa aceleração aumenta a produção de suco gástrico e facilita a digestão. Também faz as glândulas supra-renais produzirem mais adrenalina que, quando despejada na corrente sanguínea, deixa o corpo todo em estado de alerta.

Muitas pessoas utilizam os suplementos a base de cafeína para melhorar o rendimento nos treinos e competições.

Efeito estimulante que aprimora o foco, a concentração e os níveis de energia, estimulando o funcionamento cardiovascular;
Melhora da performance;
Aumento da força e da energia disponível;
Inibe o apetite;
Atua na mobilização do cálcio muscular, promovendo a duração da contração muscular, o que favorece o desempenho em exercícios de alta intensidade e de curta duração.

É considerada um agente termogênico, pois ajuda a acelerar o metabolismo e a velocidade com que o corpo queima calorias.
Estudos apontam também que o consumo de cafeína antes do exercício físico pode auxiliar o corpo a usar os ácidos graxos (gordura) como combustível para o organismo. Com isso os depósitos de gordura são queimados para obter a energia necessária e o glicogênio muscular é preservado. Assim, haveria a possibilidade de prolongar o exercício físico de longa duração.

 

Fonte: http://www.treinomestre.com.br

Summary
product image
Aggregate Rating
no rating based on 0 votes
Brand Name
Benefícios da cafeina
Product Name
cafeina
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *